Ads Top

Transição capilar, uma mudança de dentro pra fora.


Hoje eu vou falar sobre um assunto que muitas adeptas do low e no poo já passaram. 
 Vou falar mais sobre transição capilar, mas o que é transição capilar?! É quando você passa a assumir e aceitar o seu cabelo natural e se livra de qualquer tipo de química que modifique sua estrutura capilar, ou seja, você passa a aceitar seu cabelo como ele é de verdade, sem se preocupar com os estereótipos impostos pela sociedade e se sentir bem com a forma natural do seu cabelo.
Mas muito mais que toda essa explicação prática, a transição capilar é algo muito mais profundo e complexo, porque não diz respeito à moda ou tendências e sim sobre IDENTIDADE. Se aceitar e assumir o seu cabelo natural é passar por cima de tudo aquilo que um dia já fez sentido pra você, sobre como você precisa ser para se achar bonita, como ser aceita e como agradar as outras pessoas. Porém essa é uma decisão que irá depender muito mais de você mesma, pois essa aceitação não parte de fora e sim de dentro. Pode parecer muito filosófico, mas quem já passou ou passa pela transição capilar sabe do que eu estou falando.
A primeira etapa é a mais difícil: A decisão, sim, decidir parar de usar químicas envolve muitas questões que citei acima, o processo também é uma etapa extremamente complicada, pois você terá que aprender a lidar novamente com seu cabelo, tudo aquilo que você já estava acostumada a fazer terá que mudar. Seu cabelo vai ficar com duas texturas (uma parte natural e outra com química) e isso pode ser muito difícil, mas também varia de pessoa pra pessoa e de cabelo pra cabelo.
Existem muitas técnicas para ajudar a passar por essa fase, algumas meninas fazem texturizações (técnicas pra cachear a parte lisa), outras fazem chapinha para igualar as duas texturas e por aí vai... Se vocês quiserem posso falar disso em outro post.
 
Enfim, hoje eu estou em transição capilar, larguei a chapinha e a selagem, posso garantir, é extremamente recompensador e libertador, meninas que passaram ou estão passando podem comentar aqui em baixo como está sendo ou foi essa experiência pra vocês. Se libertar dessas amarras impostas a nós desde pequenas é quebrar com o preconceito a partir de nós mesmos e através da nossa imagem propagar a aceitação pra quem está presa nelas há tanto tempo. Libertem-se <3 <3




Se você gostou das minhas dicas, continue acompanhando o blog da Mayumi Ohasi e curta minha página no facebook !
Tecnologia do Blogger.