Ads Top

Fazer o cabelo crescer mais rápido com Inversão Capilar: como funciona a técnica

Se você é do tipo que está sempre procurando tratamentos caseiros de beleza que unem praticidade e baixo custo, encontramos algo que vai, literalmente, virar o seu mundo de ponta-cabeça. Trata-se do Inversion Method, ou Inversão Capilar, que consiste em aplicar (ou não) qualquer óleo de origem vegetal na ponta dos dedos, massagear o couro cabeludo e abaixar a cabeça em seguida para estimular a circulação sanguínea na região a fim de acelerar o crescimento dos fios.

O que é Inversão Capilar


A proposta inicial da Inversão Capilar é de que o cabelo cresça pelo menos um centímetro nos primeiros sete dias, mas isso não significa que não possa ser mais ou menos eficiente, variando de acordo com o organismo e a disciplina de cada pessoa. “Fiquei impressionada quando percebi que o método estava mesmo funcionando e muito mais do que eu esperava, mas, na segunda semana, o crescimento foi quase imperceptível. O ideal é deixar o couro cabeludo descansar um pouco após a primeira semana”, declara Mariana Villanova, vlogueira.

Inversão capilar funciona?

Segundo o Dr. Otávio Roberti Macedo, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de  Dermatologia e da Academia  Americana de  Dermatologia, a eficiência do método ainda não foi cientificamente comprovada. “Sabemos que o crescimento do cabelo é determinado geneticamente e que um cabelo saudável cresce, em média, um centímetro por mês. Além disso, os óleos de origem vegetal não devem ser utilizados para fins de crescimento capilar, mas sim objetivando uma maior emoliência dos fios, então, o indicado é que o produto seja aplicado no fio e não em sua raiz”, explica.

É perigoso ou tem riscos?

Existem alguns cuidados importantes a serem levados em conta por quem deseja aderir ao método. O primeiro passo é se certificar de que o óleo utilizado seja mesmo de origem vegetal, dando preferência aos que geralmente são utilizados com essa finalidade, como os óleos de rícino ou coco. O procedimento não deve ser realizado sem orientação médica em casos de problemas de coluna ou pressão arterial, labirintite e gravidez.
É necessário atentar-se também a questões relacionadas à oleosidade. ”Usar óleo no couro cabeludo todos os dias, independente de sua origem, pode causar dermatite seborreica, irritação causada pela oleosidade excessiva. Isso pode acontecer mesmo em casos em que o couro cabeludo não é naturalmente oleoso”, aconselha a dermatologista Daniela Lemes, diretora médica da clínica Daniela Lemes Dermatologia & Laser e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.



Fonte:Bolça de mulher
Tecnologia do Blogger.