Ads Top

Rejuvenescer, tratar acne e estrias e mais: conheça as funções de 10 ácidos


Tratar lesões, remover manchas, enfim, deixar a pele radiante e protegida. Os ácidos são a primeira escolha na prescrição de muitos dermatologistas por sua infinidade de ações. Eles são capazes de promover rejuvenescimento, tratam problemas como espinhas e estrias, e protegem a pele da ação dos radicais livres e dos raios ultravioleta. Confira a seguir algumas das peculiaridades e indicações de dez ácidos bastante comuns na cosmetologia.

Ácidos mais populares para pele


Os tratamentos ácidos despontam no mercado de dermocosméticos como um dos ingredientes mais efetivos em tratamentos estéticos. Por esse motivo, são prescritos por dermatologistas em fórmulas antiacne, antimanchas e antiaging.



"Sua indicação e a dosagem devem ser feitas por um profissional especializado em dermatologia, assim como a orientação do modo de uso. Isso diminui a chance de irritação e hiperssensibilidade", explica o dermatologista Jardis Volpe, da Clínica Volpe. Além disso, muitas fórmulas com ácidos podem ter seus efeitos potencializados com outros ativos, por isso todo cuidado é pouco. Conheça alguns desses ingredientes.
1. Ácido Ascórbico

Popularmente conhecida como Vitamina C (ácido L-Ascórbico), é um poderoso antioxidante cuja aplicação tópica permite alcançar níveis que não seriam possíveis com a ingestão de frutas ou de suplementação oral. É responsável por frear a ação dos radicais livres, estimular a formação de novo colágeno e ajudar a proteger a pele dos efeitos do sol, na medida em que uniformiza o tom de pele e melhora sua textura.
2. Ácido Azelaico

Tem função clareadora e seborreguladora. Usado como clareador, no trato da acne e também da rosácea, o ácido pode ser usado também por gestantes no controle do melasma. Ele inibe a tirosinase (enzima responsável pela estimulação e produção da melanina), e consegue controlar a formação de  melasma e clarear. O ácido ainda ajuda a diminuir os cravos, limpa os poros, faz a ruptura dos microcômedos, tem ação antibactericida, efeito anti-inflamatório e secativo.
3. Ácido Ferúlico

É um potente antioxidante, que fornece hidrogênio para a neutralização dos radicais livres, relacionados ao envelhecimento das células. É usado junto com o Ácido Ascórbico, para tratamento do envelhecimento e manchas porque suaviza rugas e linhas de expressão.
4. Ácido Glicólico

É um ácido capaz de penetrar bem na camada córnea. Ele tem ação hidratante até 4% e acima disso atua como esfoliante, renovando as células. Ele "abre" portas de entrada para que haja penetrância outros compostos ativos que estejam com ele e também favorece o processo de renovação das células. Dessa forma, o ácido tem indicação para rejuvenescimento, acne, cicatriz de acne e estrias.
5. Ácido Hialurônico

Esse ácido faz parte da matriz extracelular, onde ficam as fibras do colágeno e elastina. Com o avanço da idade, o ácido hialurônico diminui, reduzindo também a hidratação e elasticidade da pele, causando a flacidez. Por isso, ele é usado como um poderoso hidratante em fórmulas anti-idade.



6. Ácido Kójico

Promove clareamento, tem ação sinérgica com outros clareadores e é um ácido que não causa irritabilidade. É usado nos tratamentos de manchas e no melasma, porque não causa fotossensibilização no paciente, possibilita seu uso até mesmo durante o dia.
7. Ácido Mandélico

Atua na prevenção do envelhecimento cutâneo, auxilia controle da oleosidade e manchas. É um ácido bem versátil e bom para uso corporal porque consegue equilibrar o processo de renovação epitelial e tem indicação anti-aging.
8. Ácido Maslínico

É um poderoso antioxidante e também tem ação anti-inflamatória considerável. O ácido reduz a vermelhidão de peles irritadas, principalmente, após exposição solar e outros agressores ambientais. A substância age diretamente sobre a hidratação e aparência da pele, deixando-a mais macia e radiante.
9. Ácido Retinóico

É o ácido de primeira escolha para a pele envelhecida cronologicamente ou fotoenvelhecida. É uma vitamina A ácida, com a finalidade de melhorar o metabolismo celular, fazendo com que as células cheguem mais jovens, mais oxigenadas e melhor nutridas à superfície da pele. Além disso, é um estimulador do colágeno e um ácido que pode ser utilizado em conjunto com outros ácidos como o ácido hialurônico.
10. Ácido Salicílico

Tem uma ação importante no controle da acne, principalmente, daquela que forma pequenos microcistos. Pode ser usado também na dermatite seborreica - o que faz um controle muito bom quando aplicado na forma de cremes, shampoos e na forma de loções. Pode ser utilizado em sabonetes ou loções adstringentes, para remoção das impurezas e para fazer uma higienização mais profunda da pele. E também para ter uma ação comedolítica, que é na verdade a abertura ou a ruptura dos cravos, para a saída das lesões do rosto. É também um regulador da oleosidade.
Tecnologia do Blogger.